Negros e alvos: a exceção não pode servir para exemplo

Monahyr Campos
  • Negros e alvos: a exceção não pode servir para exemplo

"Para enfrentar a ordinária e corriqueira estupidez racista, esta, até certo ponto, propositalmente caricatural na peça, a personagem desenvolve e acredita em um modo de vida que supera as questões raciais.

A palavra “alvo” é polissêmica, às vezes querendo dizer o contrário de negro, pois, teoricamente, o contrário de branco é preto;  em outros momentos revelando um norte para rompimento da estrutura sólida da sociedade, que é o sucesso meritocrático, independente de ser preto ou branco; há também a questão do próprio negro ser o alvo, pois a manutenção da sociedade tal como esta passa necessariamente pela imobilidade social e cultural dos negros, daí a fomentação de estruturas midiáticas que reforçamos preconceitos arraigados há séculos neste país; por fim, alvo também significa a identificação daquele que oprime e, por esta razão deve ser vencido."



Giostri
Autor Monahyr Campos
Páginas 88
ISBN : 978-85-516-0171-6
Formato : 14 cm x 21 cm
Peso : 0.147
NCM:49011000
Categoria: Teatro

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado!
    Ruim           Bom
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$40,00